Moda

Modelos de calças que toda mulher deve ter

17 de maio de 2017

Pantalona, pantacourt, flare, boyfriend, cigarrete… Conheça os modelos de calça que você precisa adicionar ao seu armário para ele ficar completo

Calças são peças indispensáveis do guarda-roupa. Agarradinhas ao corpo ou bem folgadas, elas podem ser ótima escolha na hora de montar o look – seja um visual para o dia a dia, reuniões importantes no trabalho, eventos ao ar livre ou apenas para ficar em casa e relaxar.

Pantalona, pantacourt, flare, boyfriend, cigarrete, flare…  Existem diferentes tipos de corte de calças, que combinados a tecidos e estampas diversos aumentam muito as opções de peças para incorporar ao seu armário.

 

Pantalona

Hit dos anos 1970, a calça pantalona segue firme até hoje como um corte clássico. Ela pode ser apresentada desde a forma tradicional, com tecido liso e monocromático, até em modelos mais modernos e casuais como uma peça com listras em três cores diferentes. O que não muda é o seu corte: cintura alta, comprimento bem longo – com a barra arrastando no chão – e o tecido solto no corpo.

(Pinterest/Reprodução)

Pantacourt

Derivada da pantalona, a calça pantacourt se difere pelo comprimento. Apesar de também apresentar a cintura alta e o estilo nada agarrado ao corpo, a pantacourt para na altura das panturrilhas.

(Pinterest/Reprodução)

Flare

Outra modelo derivado da pantalona, a calça flare é uma versão moderna e atualizada da peça que conquistou a década de 1970. Para reconhecer esse modelo é bem fácil: a peça é bem justa nas coxas e, do joelho para baixo, ela é larga como a pantalona. Por isso, a flare também é conhecida como calça boca de sino.

(Pinterest/Reprodução)

Boyfriend

Para os amantes do jeans, a calça boyfriend vai preencher seus corações – e seu armário. Ela tem um corte folgado com o cavalo baixo e afina um pouco perto do tornozelo, dando a impressão de que a peça é originalmente masculina e, por isso, “roubada” do namorado, vem daí o nome.

Cigarrete e Skinny

As calças cigarrete e skinny são famosas por serem agarradinhas ao corpo. A diferença – bem sutil, inclusive – entre a duas está no comprimento: a primeira termina no tornozelo, enquanto a segunda tem a barra um pouco mais comprida, fazendo com que o tecido fique levemente franzido.

(Pinterest/Reprodução)

Você também pode se interessar por

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário