Moda

Marc Jacobs pode estar saindo de sua própria marca

1 de agosto de 2017

Segundo o The Business of Fashion, fontes do mercado dizem que esta é uma possibilidade real. Entenda:

The Business of Fashion, um dos sites mais respeitados quando o assunto é a indústria da moda, publicou recentemente uma artigo que se perguntava: será que Marc Jacobs vai sair da marca que leva o seu nome?

Em tempos de tanta dança das cadeiras — basta lembrar de casos como os de Lanvin, Courréges e Saint Laurent — nenhuma possibilidade parece ser absolutamente descartável.

Apesar de ser um dos nomes mais celebrados da moda norte-americana, Marc Jacobs parece não ter em suas lojas o mesmo sucesso delineado nas resenhas de seus desfiles — sempre um ponto alto da Semana de Moda de Nova York. Não à toa, muitas de suas flagships acabaram fechando as portas nos últimos anos— incluindo a brasileira (do shopping Iguatemi de São Paulo) que encerrou suas atividades em 2014.

A situação é difícil, mas estamos percebendo bons sinais no varejo de nossos produtos e isso é muito estimulante.

Vale lembrar que, mesmo antes da entrada de Sebastian, a marca já enfrentava problemas financeiros. Depois de nomear Luella Bartley e Katie Hillier como diretoras-criativas da Marc by Marc Jacobs, já haviam rumores de que a empresa deixaria o conglomerado francês e seria englobado pela Michael Kors. Depois, a grife ainda fechou a sua segunda linha e passou a investir cada vez mais na indústria de cosméticos: aparentemente, o único setor da marca que ainda está crescendo e que, supostamente, sustenta todos os outros braços do business.

“Mesmo assim, temos vendido mais em multimarcas”, argumenta o gerente financeiro do grupo LVMH Jean-Jacques Guiony, em entrevista ao BoF. Apesar de tudo, Guiony diz não estar tão preocupado com o futuro da grife. “A situação é difícil, mas estamos percebendo bons sinais no varejo de nossos produtos e isso é muito estimulante.

Você também pode se interessar por

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário